segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

A hora da espera

Com a chegada das férias escolares e das festas de fim de ano, o movimento nos aeroportos brasileiros aumenta, assim como os atrasos. Selecionamos os aeroportos com lojas, livrarias, para entreter o passageiro de conexão ou uma vítima de atraso de voo.



Galeão (RJ)

Para receber os visitantes da Copa de 2014 e das Olimpíadas de 2016, o Galeão, ou Tom Jobim, passa por interminável reforma. A maior parte das lojas está localizada no Terminal 1, como a Kopenhagen, que funciona 24 horas. Quem precisa pernoitar pode ficar no aeroporto mesmo. A Pousada do Galeão (hotelpousadagaleao.com.br; diárias desde R$ 220) e o Luxor (luxorhoteis.com.br; diárias desde R$ 378) ficam no Terminal 1. Para tomar só uma ducha, a pedida é o Spanoramico (21/3398-3855; R$ 20), que fornece toalha, sabonete e xampu, também no Terminal 1.

Cumbica (SP)

Se você precisar esperar muito, uma ideia é dormir – ou cochilar – nos pequenos quartos do Fast Sleep (fastsleep.com.br - oito horas saem por R$ 138), no Terminal 2. Já dentro da sala de embarque internacional há uma unidade do Spa Traveller (travellerspa.com.br), que utiliza produtos L’Occitane e tem sessões de shiatsu de 50 minutos a R$ 190. Há ainda salão de beleza, lotérica e um consultório dentário nos dois terminais de Cumbica.

JK (DF)

Até 2008 dava para passar o tempo no aeroporto de Brasília aproveitando uma das quatro salas de cinema instaladas por lá. Bons tempos. Hoje, diversão só para as crianças. Há uma brinquedoteca (2ª/6ª 7h/22h, sáb 8h/22h, dom 8h/21h; R$ 16 por hora) para os pequenos no último piso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário