segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Cursos no Exterior

Optar por uma ou outra escola não é tarefa fácil. O impasse já começa na escolha do país em que se vai estudar, são tantas opções que comum ficar em dúvida. Os cursos preferidos dos estudantes são os regulares, com carga horária média de 20 horas semanais. O programa clássico é o de quatro semanas, mas há opções de até um ano.



Critérios para escolher a melhor escola:

Qualidade acadêmica
Formação dos professores, expertise da instituição e tradição no setor são pontos que devem ser verificados.

Boa localização
Distância das áreas centrais, facilidade de transporte e proximidade de estações de metrô são variáveis importantes - especialmente em países onde o inverno é rigoroso.

Estrutura física
Muitas vezes, tamanho é documento. Com raras exceções, quanto maior a unidade, mais equipados são o laboratório e a biblioteca e melhores os ambientes de convivência.

Certificações locais e internacionais
Ganham pontos as instituições que são certificadas para realizar os exames Toefl e Ielts.

Acompanhamento e hospedagem
As boas instituições têm um catálogo de casas de família e residências estudantis previamente checadas e aprovadas. Consulte-o.

Mix de nacionalidades
A distribuição de alunos de um mesmo país em classes diferentes evita o uso da língua materna durantes as aulas.

Feedback de ex-alunos
Outra forma de saber mais sobre a escola é pedir à própria instituição ou à operadora brasileira contratada opiniões de ex-alunos

Nenhum comentário:

Postar um comentário