sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Junte a fome com a vontade de viajar

Na sexta da culinária de hoje vamos invadir a culinária da Amazonas que não é muito conhecida, mas é deliciosa. A culinária amazonense é a que mais preservou suas origens, é a mais indígena das cozinhas brasileiras. Foi lá que nasceu a cultura da mandioca que foi transformada em farinha pelos nativos da região.



Tacacá

Essa iguaria é uma fusão, do caldo de tucupi com a goma de mandioca, camarão e jambu. Serve-se muito quente é temperado com sal e pimenta, em cuias.



Caldeirada de Tambaqui

Por ser uma região de grandes rios, como o Amazonas, a culinária repleta de receitas de peixes não é surpresa. A caldeirada de Tambaqui é um dos pratos mais apreciados pelos amazonenses, o peixe tambaqui é o principal do cozido que acrescenta outros ingredientes como: batatas, tomates, pimenta, ovo e ervas.



Moqueca de Pirarucu

Conhecido também como o “bacalhau brasileiro”, o pirarucu é um peixe que vive no Rio Amazonas e em seus afluentes. Ele chega a pesar 100 quilos, e a medir dois metros de comprimento. Essa receita é muita tradicional na região, é à base de do pirarucu, tomates, camarão, leite de coco e muitos temperos.



Bacuri

O exótico bacuri, que é metade flor e metade fruto, no início do século passado foi adotado pelo barão do Rio Branco, famoso diplomata brasileiro, como sobremesa dos grandes banquetes oficiais do Palácio Itamaraty. O bacuri deve ser colhido e comido em 24 horas, senão perde o frescor da polpa, azeda e apodrece. É possível comê-lo fresco, mas pode ser servido como doce em calda, como sorvete, cremes e pudins.




Licor de Piqui

Piquiá fruta da árvore do mesmo nome, encontrada em toda a Amazônia. Essa fruta é utilizada para fazer o licor de Piqui, bebida alcoólica muito conhecida em todo Brasil.




Apesar é exótica a culinária amazonense é muito saudável. A gastronomia segue perfeitamente com o contexto da vida dos amazonenses, vale à pena conhecer não só os pratos deliciosos mais tudo que a região oferece.

Nenhum comentário:

Postar um comentário